quinta-feira, 18 de junho de 2015

CHICO BUARQUE - VALSINHA











Uma das mais belas composições musicais que, sem hesitação, classifico.

Os tons harmónicos e melódicos dão a esta criação, na minha opinião, o estatuto comparável às obras de Schubert.

Só duas Almas verdadeiramente geniais, na Cultura brasileira, poderiam criar tão sublime e intemporal sentido ao ouvido.

Gostaria de ter encontrado  a voz acompanhada unicamente ao piano e em dueto com os dois compositores o que, infelizmente, não foi possível.

Talvez alguém encontre e aqui venha partilhar.

Valsinha

Voz:Chico Buarque de Holanda
Composição : Chico Buarque de Holanda / de Morais

Um dia ele chegou tão diferente
Do seu jeito de sempre chegar
Olhou-a de um jeito muito mais quente
Do que sempre costumava olhar
E não maldisse a vida tanto
Quanto era seu jeito de sempre falar
E nem deixou-a só num canto
Pra seu grande espanto, convidou-a pra rodar

E então ela se fez bonita
Como há muito tempo não queria ousar
Com seu vestido decotado
Cheirando a guardado de tanto esperar
Depois os dois deram-se os braços
Como há muito tempo não se usava dar
E cheios de ternura e graça
Foram para a praça e começaram a se abraçar

E ali dançaram tanta dança
Que a vizinhança toda despertou
E foi tanta felicidade
Que toda cidade se iluminou
E foram tantos beijos loucos
Tantos gritos roucos como não se ouvia mais
Que o mundo compreendeu
E o dia amanheceu em paz


Composição: Chico Buarque / Vinícius de Moraes 




Sem comentários:

Enviar um comentário