terça-feira, 1 de julho de 2014

A rapariga das violetas_Teresa Tarouca


A rapariga das violetas


Era-mos três, quando passou por nós,

Quando passou por nós, com o cesto das violetas.

Disse a primeira: - como vai cansada, e descalça, coitada, coitada,

Disse a primeira: - como vai cansada, e descalça, coitada, coitada!

Disse a última: - tão suja e desgrenhada. Olhem os pés sem cor, as unhas pretas!

Eu, a terceira: eu não disse nada, não disse nada, não disse nada.

Eu, a terceira: eu não disse nada, não disse nada, não disse nada.


…Que lindas as violetas. 


canta Teresa Tarouca (álbum: Portugal Triste)

Letra: Lima Brumon; e Música: Fernanda de Castro









Sem comentários:

Enviar um comentário